Arquivo da categoria: Sem categoria

CARNIVALE – FOTOS

PROPOSTA CÊNICA – KITSUNE

 TEATRO ORIENTAL

   DSC_0144.JPGA peça KITSUNE começou a ser pesquisada em março de 2017 estreando em novembro deste mesmo ano. Havia o interesse de pesquisar sobre o teatro oriental, então o grupo decidiu adaptar o conto do escritor Neil Gaiman “Caçadores de Sonhos” para o teatro, além de pesquisar sobre a mitologia japonesa. Como já foi feito em outros trabalhos, a linha de pesquisa partiu do teatro físico, Grotovski e dança-teatro, para que, desde o início, os atores tivessem um trabalho intenso focado na expressividade. Paralelamente, o grupo estudou os gêneros clássicos de teatro Japonês como o Kabuki, Noh e por fim o Butoh. Houve uma identificação muito forte do grupo com o Butoh e resolvemos seguir dentro dessa linha, buscando um teatro mais contemporâneo e que tivesse mais liberdade para buscarmos a nossa própria identidade estética.

RAPOSAS MÁGICAS E NEIL GAIMAN

DSC_0018

Dentro da mitologia japonesa as “kitsunes” ou raposas, são muito recorrentes. Existem vários contos de raposas que enganam monges ou pregam peças em viajantes incautos. São mágicas podendo mudar de forma, geralmente se transformando em belas mulheres. Neil Gaiman, importante escritor britânico criador do personagem Sandman, escreveu um conto narrando o encontro de uma raposa e um monge. Nesta história, o público é envolvido nos mitos japoneses repletos de criaturas mágicas e mitológicas, bruxas perversas e feiticeiros malignos, além de uma envolvente e comovente história de amor.

AGRESTE

FICHA TÉCNICA – ELENCO – TRAJETÓRIA – PRÊMIOS – FOTOS – VÍDEOS – PROPOSTA CÊNICA

“Ele andava muito para encontra-la, mas quando se viam ficavam a cinco metros de distância – nem um centímetro a mais ou a menos, exatos cinco metros. Uma cerca os separava…”

WhatsApp Image 2018-12-02 at 1.43.42 AM (1)

TERRA DE CEGO

FICHA TÉCNICA – ELENCO – TRAJETÓRIA – PRÊMIOS – FOTOS – VÍDEOS – PROPOSTA CÊNICA

“Uma ilha remota e quase inacessível em que todas as pessoas são cegas. Não sabem o que é “ver”. Não sabem que são “cegas”. Estão convencidas que a ilha é o mundo inteiro. Um forasteiro com “visão” é arremessado às areias por um naufrágio e descobre que, afinal de contas, quem tem um olho não é rei”.

DSC_0164web

O HOMEM DA ESQUINA ROSADA

FICHA TÉCNICA – ELENCO – TRAJETÓRIA – PRÊMIOS – FOTOS – VÍDEOS – PROPOSTA CÊNICA

Naqueles anos rudes de 1890, o compadrito, milongueiro e briguento, costumava disputar o mando local na ponta da faca. Naquelas ruas de terra e sem luz de Buenos Aires, com casas e muros de taipa rosada, dois “guapos” se encontram em um duelo até as ultimas consequências.

DSC_0515